domingo, fevereiro 20, 2005

Mulheres Perfeitas (2004)



É supreendente que uma atriz do quilate de Nicole Kidman, que atuou em "Dogville" e em "Cold Mountain", tenha aceitado participar de um filme insosso como "Mulheres Perfeitas".
Ela interpreta Joanna, uma bem-sucedida executiva de uma emissora de TV que sofre um colapso nervoso. Visando salvar seu casamento e contribuir para a recuperação da esposa, Walter (Matthew Broderick) muda-se com Joanna para a pequena e tranqüila cidade de Stepford.
Logo ao chegar lá, Joanna percebe que algo não está certo com a mulheres desta cidade, ou melhor, algo está certo demais para ser verdade.
A intenção de "Mulheres Perfeitas" é uma crítica a uma sociedade patriarcal cujos princípios fundam-se na sujeição das mulheres ao mando dos homens. Contudo, o filme dirigido por Frank Oz (o mesmo que interpretou C3PO na trilogia "Guerra nas Estrelas" e que manipulava os bonequinhos dos Muppets), falha catastroficamente em seu intento e converte-se num nostálgico elogio à época de ouro norte-americana. Ao reconstruir hábitos e um estilo da década de 50, "Mulheres Perfeitas" revive aqueles anos que inspiraram o "American Way of Life" que se difundiu mundo afora.
Um tiro que saiu pela culatra...

Um comentário:

aamorimpontes disse...

são poucos os filmes nesse genero que me emocionarão. esse é sem dúvida um dos melhores que já assisti. estremanente emotivo, fez minhas lágrimas rolarem várias vezes ao longo do filme.