domingo, janeiro 30, 2005

A Cor do Paraíso (1999)


O filme iraniano "A Cor do Paraíso" é mais uma belíssima obra de Majid Majidi, o mesmo diretor de "Filhos do Paraíso".
Seguindo a tradição do cinema iraniano de abordar o universo infantil, Majidi traz a história de Mohamad, um menino cego que busca o sentido da vida nas mínimas coisas, nos sons mais singelos da natureza e na sensibilidade do toque. Apesar da trama aparentemente pueril, "A Cor do Paraíso" possui quase todos os elementos de uma tragédia grega, um personagem com a falha trágica (o pai de Mohamad), a vontade dos deuses (neste caso de Alá) que rege todas as coisas, uma série de eventos relacionados que conduz à epifania e ao final catártico.
Uma fotografia magnífica emoldura este filme que supera "Filhos do Paraíso" em sua complexidade humana e na representação de uma multiplicidade de aspectos emocionais. Certamente, é um degrau ascendente na carreira de Majidi, que consegue como poucos cativar com uma história tão simples e cotidiana.
Belo e emocionante!

37 comentários:

Anônimo disse...

Esse porra de filme é uma MERDA esse caralho !!

Anônimo disse...

Concordo contigo meu amigo, é isso ai msm, esse filme ñ presta...eu até dormi no final!

Marcela disse...

O filme é incrível! A trilha sonora (ou a falta dela), o plano de fundo e o modo como o filme este foi feito,repleto de sinais os quais fazem as pessoas inferirem por si só o real significado,são simples mas completos.
Infelizmente ele não é apreciado pela maioria das pessoas por causa da cultura hollywoodiana.

Janaina disse...

não entendi foi nada no final me deu vontade de durmir é um filme interessante mas nao tenho paciência nao

Mara Malta disse...

O filme é lindo. A fotografia, a simplicidade como foi abordado um assunto tão próximo e ao mesmo tempo tão longe de nós, nos leva a um questionamento: devo agradecer ou não a um deus que me permitiu ver e conhecer todas as coisas criadas por ele? Que deus é esse que dá a alguns e tira de outros, condenando-os antes mesmo de terem pecado? Eu amo e respeito um Deus que não interfere na vida humana. O que somos ou temos é fruto de nossos atos ou de outros que estão conosco nesta jornada. O meu Deus nos deixou livres e apenas olha com alegria ou tristeza os atos de cada um dos seus filhos. Gostaria de conhecer mais sobre a cultura islâmica para entender melhor o final do filme. O garoto ressuscitou? A luz que o iluminou no colo do pai quis mostrar o quê, precisamente? Se alguém souber, ficarei muito grata se puder me esclarecer. Concordo que, infelizmente, as pessoas estão acostumadas a obras hollywoodianas e "acham feio o que não é espelho".

franciellen e marcia disse...

Bom esse filme é muito lindo, bem elaborado, conta a história de um menino cego e a cor do paraiso para ele é a escuridão más ele vê com a audição. Mostra tambem o preconceito do pai, e mostra como o menino sofre juntamentoe com o pai porcausa desse preconceito bobo.

Anônimo disse...

esse filme é muito intereçante
É muito bom gente,pode assistir

Anônimo disse...

eu assisti o filme na escola e discordo com o anonimo que disse "esse porra de filme é´um merda esse caralho!!!!!!!!!!!"seja corajoso e mostre quem e voce e grosso[a] e nao intende nada de filme!!!!!!!!!!!!!!

Fernanda disse...

A luz na mão do moleque significa que ele foi para o paraiso!Mas mesmo assim o filme é sem sentido! Por que a Cor do Paraiso se o menino é cego?

Eliezer disse...

O filme não é orientado ao público de inteligência mediana, razão pela qual vimos críticas ácidas com uso inclusive de vocabulário vulgar.

São pessoas que não superam os limites de entendimento de Dan Brown e outros pops de Hollywood.

Anônimo disse...

Olá Henry,

queria saber o que vc entendeu no final do filme...Para mim o menino não morreu no final, interpretei que ele tocava Deus com os dedos e houve um milagre...até porque o som dos pássaros mais alto indica que ele estava vivo...

um abraço

Lívia Calab

Henry Alfred Bugalho disse...

Oi, Lívia.

Faz tanto tempo que assisti este filme pela última vez que mal me lembro de como era o final.

No entanto, julgando pelos vários filmes iranianos que já assisti, tanto dos iranianos residentes no Irã quanto dos da diáspora, há uma grande probabilidade que ele tenha morrido mesmo. O cinema iraniano é bastante pessimista (ou realista, dadas as condições políticas do país) e quase sempre os protagonistas morrem, ou fracassam em seus objetivos no final.

Abraços.

miqueias disse...

Queria saber o que vc entendeu no final do filme...Para mim o menino não morreu no final, interpretei que ele tocava Deus com os dedos e houve um milagre...até porque o som dos pássaros mais alto indica que ele estava vivo...

um abraço

lucas de santopolis disse...

Esse filme é uma merda nao entendi nada tudo sem noção quado eu estava assistino eu fiquei com vontade de cagar e vumitar

torrenquis disse...

Esse filme é muito legal eu gostei quando eu assisti eu quaze chorei deu uma vontade de assistor denovo mais o filme nao ra nois era da escola ai nois nao assitiu noa ? <>?:

Anônimo disse...

eu não concordo com a frnciele para ele a cor do paroiso é branca pense comigo .
quando ele pargunta a cor da mão de sua avó? Que cor que é ? BRANCA
e quando ele ve que a avó morreu ?
a navoa era que cor?BRANCA
então a cor do paraiso para ele é BRANCA

Anônimo disse...

bjs

Melissa disse...

Esse filme é incrível!!! Lindo!!! De uma sensibilidade imensurável. A forma como é retratada a história, a fotografia, sonoplastia, trilha sonora, a abordagem da cultura, a realidade, a temática escolhida, e tantos outros aspectos fazem desta obra uma preciosidade. É uma pena que um filme deste não é para todos... É uma pena que, embora haja todo tanto conhecimento por aí, na sociedade da informação e globalização, ainda existam pessoas tão rasas... Parabéns pelo post!

Anônimo disse...

este filme é uma porra por que eu nao entendi nada entao para min e chato e na minha sala de aula quase ninguem gosto do filme só as meninas muito inteligente este filme e uma merda ,caralho,porra.

Flor do campo disse...

Esse filme é maravilhoso,porém somente para as pessoas que tem sensibilidade para compreende-lo pois alguns so sabem criticar mas não tem capacidade para criar almenos uma pequena frase !!!!!

Anônimo disse...

Cada pessoa entende da sua maneira. O filme é uma alerta para vermos as coisa da maneira que é. O menino era de uma inteligencia rara mesmo sendo cego.
O final fica interpretado por cada um pois pode ser interpretado que como ele sofria tanto o preconceito ele foi para o paraiso e viver a vida da sua maneira ou ele nao morre e se faz orgulho para o pai a partir daquele momento.

Mariana disse...

É um filme de uma cultura totalmente diferente da nossa, inclusive a estética do filme, é estilo "parado", mas dá pra fazer várias relações.

Giedre disse...

não acredito que existam tantas pessoas insensíveis e ao mesmo tempo burras no mundo.
só pelos erros absurdos de gramática do comentário de alguns de vocês vejo o quanto nao teem bom senso de entender um filme desse. óbvio que ninguem tem que gostar, óbvio que ninguem tem q entender, mas existem coisas chaves e auto-explicaveis que é preciso muita ignorancia para nao se interpretar. me desculpem.

Anônimo disse...

uma verdadeira obra de arte !

Lúcia disse...

Acredito que pessoas de pouca cultura realmente não entendem o significado do filme. Nem adianta discutir com tais pessoas, é "jogar pérolas aos porcos". Livre expressão é direito de todos, mas usar palavras chulas é no mínimo falta de educação pra criticar qualquer obra. Acabei de ver o filme e gostei muito. E acho que cada um o enxerga de acordo com sua própria história de vida. O que mais me tocou foi o carinho entre avó e netos. E também a forma de crer em um Deus que é o mesmo em todos os lugares, seja oriente ou ocidente.

Lúcia D. M. Bezerra.

Anônimo disse...

Assisti com a escola esses dias e adorei o filme, uma história que toca no fundo da alma, sai da escola admirando mais as coisas com os olhos e intrigada por muitos não poderem enxergar o mesmo com os olhos, mas podem enxergar com o coração. Emocionante e incrível !

Beijos Jéssica Farias

Gisele Moraes disse...

No final o garoto nao ressuscita. Ele vai ao encontro de Ala e toca sua face como disse que faria em seu desabafo com o carpinteiro. Chorei demais com esse final triste mas perfeito!

Gisele Moraes disse...

O nome do fime sugere uma reflexao. Qual a cor do seu paraiso? O garoto era cego mas enxergava muito mais que a maioria das pessoas porque ele enxergava as coisas simples de Deus com o coracao.

Gisele Moraes disse...

Ele morreu mesmo. A luz que emanou do cotpo do menino foi a mesma que emanou do corpo da avozinha quando ela morreu. Os dois foram ter com Ala.

Anônimo disse...

nap gostei da droga deste filme por causa dele minha professora mando faze um resumo e responder 40 perguntas sobre esse filme

Wênnya Joyce disse...

O filme é sim, muito bom. Permite ao espectador uma grande reflexão, tal qual não se é obtida em todas as pessoas. Parabéns !

caren Freitas disse...

Encantador, cenas emolduráveis, otimo roteiro e um belíssimo final, onde interpreto como um renasciento da relacao de um filho com um pai.

Rogerio Floripa disse...

Baixar o Filme - A Cor do Paraíso - http://mcaf.ee/48roz

Anônimo disse...

O filme é incrível, muito lindo. Esse filme é um filme ''cabeça'', e se você não prestar a atenção você não entenderá nada

Anônimo disse...

Gostei do filme,pra quem nao sabe interpretar e intender as coisas ,pode parecer chato.

Anônimo disse...

Realmente e uma merda.z chorei cono se nao houvesse amanha

Anônimo disse...

Vão aprender a escrever!
Um abraço.
Filme muito bom!!
Dormi nele todo,chorei como se não houvesse amanhã.
Um abraço.