segunda-feira, agosto 23, 2004

O Chamado (Ringu) (1998)

Fazia tempo que eu não assistia um filme que me desse medo.
Mas hoje tive a oportunidade de assistir "O Chamado". Não a releitura americana, mas o original japonês (Ringu).
O filme é sobre uma jornalista, Reiko Asakawa, que após a morte de uma parente, decide investigar os boatos sobre a causa de sua morte - um vídeo que mata o espectador após uma semana. Uma desesperada tentativa de esclarecer este mistério se inicia quando a própria Asakawa, seu ex-marido, Ryuiji, e seu filho, Yoichi, também assistem à esta fita de vídeo. Eles são conduzidos a uma extraordinária e terrível personagem, Sadako, uma paranormal com poderes mortais.
Como não assisti a versão americana, não posso afirmar quais são as virtudes e os defeitos deste em comparação ao original japonês. Entretanto, por o "Ringu" ser baseado no romance japonês de Kôji Suzuki, creio que deva se assemelhar mais ao espírito e à intenção do livro.
Um filme de terror que honra o gênero, sem as apelações e exageros que constam na maioria dos filmes americanos da mesma categoria.

3 comentários:

Rafael Oliveira disse...

Cara...esse filme que eu quero ver. Eu assisti o Chamado, na versão americana e achei bom. Mas parece que o original é melhor.

Falando nisso, segundo o Dark Horizons, as filmagens principais de O chamado 2 já acabaram, apesar do trabalho ter atrasado uma semana.

De acordo com boatos publicados no site, a atriz principal, Naomi Watts, não conseguiu se entender com o diretor Hideo Nakata (o criador da série original no Japão) e disse aos produtores que não ficaria um dia sequer nas filmagens além do que estava contratada. A Naomi já deixou o set e as filmagens de efeitos especiais e cenas de apoio continuarão em mais alguns dias.

Além disso, os mesmos rumores indicam que um dos responsáveis pelos atrasos é o próprio diretor, que teve problemas de comunicação, é bastante indeciso e foi forçado pelos produtores a mudar diversas vezes partes do roteiro durante as filmagens.

O filme foi recentemente atrasado de novembro de 2004 para o dia 24 de março de 2005.

A história continua os eventos do primeiro filme. "Abalada, a jornalista Rachel Keller (Naomi Watts) e seu filho Aidon (David Dorfman) saem de Seattle e vão para a pequena cidade de Asheville, Oregon. Porém, novos casos do VHS que mata em sete dias começam a aparecer, forçando Rachel a voltar para sua cidade para investigar mais sobre a misteriosa Samara Morgan. Assim, a repórter começa a desvendar novos segredos do sinistro fenômeno..."

Henry Alfred disse...

Oi, Rafael.
Se não me engano, no Japão, além de o "Ringu", há ainda duas continuações: "Ringu 2", no qual eles descobrem que Sadako, que hipoteticamente havia morrido há 3 décadas num poço, de fato, morreu apenas dois anos antes de ser descoberta. Além disto, Sadako transferiu parte do seu poder para Yoichi, o filho da jornalista do primeiro. Parece ser mais assustador que o primeiro; e também tem o "Ringu 0: Baasudei", mas este eu não sei do que se trata, suspeito, porém, que a história ocorra antes do primeiro "Ringu".
Abraços,
Henry.

Anônimo disse...

Eu achei normal. Na verdade não senti medo, nem susto. Achei muito levezinho... Só dá agonia mesmo quando a protagonista entra dentro do poço. Essa hora é realmente angustiante, mas o resto...

Marco